(21) 2510-3282      contato@paulapereiraurologia.com.br    |   

Como preservar a saúde renal no inverno?

Como preservar a saúde renal no inverno?

Se você é o que você come, pode ter certeza de que seus rins também. A alimentação interfere diretamente na saúde dos rins, de forma que há itens que colaboram para o bom funcionamento do órgão e outros que podem prejudicá-lo, especialmente no inverno. 

Claro, as temperaturas mais baixas são um convite para o farto consumo de comes e bebes mais gordurosos. Como o organismo gasta muita energia para nos manter aquecidos, compensa esse trabalho com a constante sensação de fome. Para não cair em tentação, um incentivo é saber mais sobre a importância dos rins para o organismo. Eles funcionam como um filtro capaz de regular a pressão arterial, purificar o sangue, eliminar as toxinas do corpo, controlar a quantidade de sal e água, produzir hormônios que previnem a anemia e doenças ósseas, entre outras características. Por isso, toda atenção é pouco.

Para se ter ideia do quadro mundial de atenção aos rins, de acordo com a Sociedade Brasileira de Nefrologia, uma em cada 10 pessoas no mundo sofre com alguma doença renal. Por ano, milhões de pessoas são diagnosticadas com Doença Renal Crônica (lesão nos rins). Para não entrar nessa estatística, algumas medidas simples podem ser adotadas - a começar pelo cardápio, que deve ser rico em alimentos que ajudem a limpar nosso filtro natural. Siga os mandamentos:

1. No inverno priorize o consumo de alimentos ricos em Vitamina C, pois são antioxidantes e melhoram a imunidade;

2. Seu prato deve ser o mais colorido e natural possível - não apenas porque é mais saudável, mas também porque evita a monotonia alimentar. Verduras, legumes, grãos integrais, carne, peixe, frango, ovos, frutas e carboidratos de baixo índice glicêmico (batata doce, inhame e arroz integral) estão na lista dos alimentos que ajudam a preservar a saúde dos rins;

3. Beba bastante água (ou outro líquido de sua preferência), mesmo se não tiver sede e mesmo se estiver frio. Os rins agradecem por trabalhar melhor;

4. Manere no junk food, pois alimentos processados são ricos em açúcar, sódio e misturas químicas que sobrecarregam os rins, além de serem hipercalóricos. Salsicha, linguiça, presunto, sucos/molhos/sopas artificiais e biscoitos recheados são bons exemplos do que precisa ser evitado. Consumir menos sal e açúcares ajuda a controlar a pressão alta e ainda mantém os rins saudáveis.

5. Chás podem ser uma delícia no inverno, mas nem todos são permitidos. Alguns tipos podem agravar a função renal, como é o caso dos chás mate (por excesso de cafeína), cavalinha e sene. Prefira os de camomila, maracujá, hortelã e espinheira santa. 

Recomenda-se que, ao mesmo tempo em que cuida da alimentação para prevenir doenças renais, o indivíduo também trate e controle fatores de risco como diabetes, hipertensão, obesidade, doenças cardiovasculares e tabagismo. Assim, os rins estarão a salvo.

Fonte: MedicalSite

01 de Agosto de 2019